JUBILEU - 30 ANOS PASTORAL DA CRIANÇA EM GUARIBA

JUBILEU - 30 ANOS PASTORAL DA CRIANÇA EM GUARIBA

JUBILEU - 30 ANOS PASTORAL DA CRIANÇA EM GUARIBA

  • 18 de Abril de 2022
  • Publicado, 14:19:04

Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

Uma História de Amor que dura 30 anos.

 

 

          Tudo começou através de um convite da Coordenadora Diocesana da Pastoral da Criança a Senhora Zenaide, da cidade de Monte Alto a Irmã Gregória, da Congregação Scalabriniana (Carlistas), para um treinamento que se realizaria na cidade de Monte Alto nos dias 13 e 14 de Março de 1992. Na época, a Paróquia foi representada por cinco pessoas, sendo: Irmã Gregória, Cida Vitorino, Dona Zezé, Sebastiana e Sueli. Esse Treinamento aconteceu no Salão Paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus, tendo como capacitadores um casal de Piracicaba, coordenadores da Pastoral da Criança no Estado de São Paulo. Participaram também algumas cidades da Região. Taquaritinga, Barrinha e Terra Roxa.

          Os Objetivos da Pastoral da Criança, que segundo o Estatuto, a Missão é promover o desenvolvimento integral das crianças, a luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas de Saúde, Nutrição, Educação e Cidadania, fundamentadas na Mística Cristã para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação. É por isso que a Pastoral da Criança atua em todo Brasil e em outros 14 países, desde 1983.

          A inspiração bíblica da Missão da Pastoral da Criança veio de sua fundadora, a doutora Zilda Arns Neumann, morta em um terremoto no Haiti em 2010, que sempre repetia: “Eu vim para que todas crianças tenham vida e vida em abundância”. A presença dos líderes e voluntários nas casas e na vida das famílias mais pobres através das Visitas domiciliares mensais, é a manifestação viva do amor de Deus para com aqueles que mais necessitam da bondade e do amor de Deus. Por isso são a grande força que move a Pastoral da Criança.

          Entusiasmados com esses objetivos da Pastoral da Criança o grupo retornou e logo iniciou um trabalho de visitas em alguns bairros da cidade, a saber: Jardim São Francisco, Jardim são Bento, COHAB I, Vila Jordão, Vila Virginia e Vila Amorim. O que se buscava com tais visitas era reunir pessoas que se contagiassem com o ideal da Pastoral da Criança. Aos poucos foram surgindo Líderes e Coordenadoras de Comunidades que, num trabalho sistemático com a Coordenação Paroquial, deram corpo a Pastoral da Criança.

          No dia 31/05/1992, aconteceu a primeira capacitação de líderes e coordenadores de comunidades. A Capacitação foi realizada no Salão Paroquial da Paróquia São Mateus, tendo como Coordenadores a Senhora Zenaide, coordenadora diocesana e seu filho, contou com a participação de 40 pessoas. A partir desses passos, foi possível a realização da primeira pesagem de crianças, a qual se deu no Jardim São Bento no dia 30/06/1992, tendo como coordenadora a senhora Zenilda. Com a pesagem foi possível, num primeiro momento, constatar a existência ou não de desnutrição na criança. O resultado positivo dessa primeira pesagem abriu campo para uma série de realizações, ou seja, 11 grupos foram formados, que contou com 32 líderes e 11 coordenadoras, atendendo mensalmente 400 crianças, provenientes de 280 famílias.

          Em 1993 a Irmã Amábile, irmã do Padre Carlos veio ensinar um método natural de remédios caseiros, do qual germinou a Pastoral da Saúde. Com a divisão das Paróquias a Pastoral da Criança conta como coordenadoras Paroquiais: A Senhora Maria Cristina dos Santos Lima da Paroquia São Mateus e a senhora Maria Regina de Oliveira Freitas Menezes da Paróquia Nossa senhora dos Migrantes, e a Coordenadora diocesana, senhora Penha Ap. G. Martins Barbosa.

          Hoje a Pastoral da Criança continua com esses mesmos objetivos. E temos consciência de que a Pastoral da Criança de nossa cidade traz em seu rosto a mesma promessa de vida de nossas crianças. “Para que todos tenham Vida e Vida em abundância”. João 10,10.

 

“Como os pássaros que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de seus predadores das ameaças e dos perigos e mais perto de deus, devemos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protege - los.” Parágrafo final da última palestra da Dra. Zilda Arns Neumann. Haiti, 2010

 

Coordenação Paroquial da Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

 

 

 

 

Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

Uma História de Amor que dura 30 anos.

 

 

          Tudo começou através de um convite da Coordenadora Diocesana da Pastoral da Criança a Senhora Zenaide, da cidade de Monte Alto a Irmã Gregória, da Congregação Scalabriniana (Carlistas), para um treinamento que se realizaria na cidade de Monte Alto nos dias 13 e 14 de Março de 1992. Na época, a Paróquia foi representada por cinco pessoas, sendo: Irmã Gregória, Cida Vitorino, Dona Zezé, Sebastiana e Sueli. Esse Treinamento aconteceu no Salão Paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus, tendo como capacitadores um casal de Piracicaba, coordenadores da Pastoral da Criança no Estado de São Paulo. Participaram também algumas cidades da Região. Taquaritinga, Barrinha e Terra Roxa.

          Os Objetivos da Pastoral da Criança, que segundo o Estatuto, a Missão é promover o desenvolvimento integral das crianças, a luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas de Saúde, Nutrição, Educação e Cidadania, fundamentadas na Mística Cristã para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação. É por isso que a Pastoral da Criança atua em todo Brasil e em outros 14 países, desde 1983.

          A inspiração bíblica da Missão da Pastoral da Criança veio de sua fundadora, a doutora Zilda Arns Neumann, morta em um terremoto no Haiti em 2010, que sempre repetia: “Eu vim para que todas crianças tenham vida e vida em abundância”. A presença dos líderes e voluntários nas casas e na vida das famílias mais pobres através das Visitas domiciliares mensais, é a manifestação viva do amor de Deus para com aqueles que mais necessitam da bondade e do amor de Deus. Por isso são a grande força que move a Pastoral da Criança.

          Entusiasmados com esses objetivos da Pastoral da Criança o grupo retornou e logo iniciou um trabalho de visitas em alguns bairros da cidade, a saber: Jardim São Francisco, Jardim são Bento, COHAB I, Vila Jordão, Vila Virginia e Vila Amorim. O que se buscava com tais visitas era reunir pessoas que se contagiassem com o ideal da Pastoral da Criança. Aos poucos foram surgindo Líderes e Coordenadoras de Comunidades que, num trabalho sistemático com a Coordenação Paroquial, deram corpo a Pastoral da Criança.

          No dia 31/05/1992, aconteceu a primeira capacitação de líderes e coordenadores de comunidades. A Capacitação foi realizada no Salão Paroquial da Paróquia São Mateus, tendo como Coordenadores a Senhora Zenaide, coordenadora diocesana e seu filho, contou com a participação de 40 pessoas. A partir desses passos, foi possível a realização da primeira pesagem de crianças, a qual se deu no Jardim São Bento no dia 30/06/1992, tendo como coordenadora a senhora Zenilda. Com a pesagem foi possível, num primeiro momento, constatar a existência ou não de desnutrição na criança. O resultado positivo dessa primeira pesagem abriu campo para uma série de realizações, ou seja, 11 grupos foram formados, que contou com 32 líderes e 11 coordenadoras, atendendo mensalmente 400 crianças, provenientes de 280 famílias.

          Em 1993 a Irmã Amábile, irmã do Padre Carlos veio ensinar um método natural de remédios caseiros, do qual germinou a Pastoral da Saúde. Com a divisão das Paróquias a Pastoral da Criança conta como coordenadoras Paroquiais: A Senhora Maria Cristina dos Santos Lima da Paroquia São Mateus e a senhora Maria Regina de Oliveira Freitas Menezes da Paróquia Nossa senhora dos Migrantes, e a Coordenadora diocesana, senhora Penha Ap. G. Martins Barbosa.

          Hoje a Pastoral da Criança continua com esses mesmos objetivos. E temos consciência de que a Pastoral da Criança de nossa cidade traz em seu rosto a mesma promessa de vida de nossas crianças. “Para que todos tenham Vida e Vida em abundância”. João 10,10.

 

“Como os pássaros que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de seus predadores das ameaças e dos perigos e mais perto de deus, devemos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protege - los.” Parágrafo final da última palestra da Dra. Zilda Arns Neumann. Haiti, 2010

 

Coordenação Paroquial da Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

Uma História de Amor que dura 30 anos.

 

 

          Tudo começou através de um convite da Coordenadora Diocesana da Pastoral da Criança a Senhora Zenaide, da cidade de Monte Alto a Irmã Gregória, da Congregação Scalabriniana (Carlistas), para um treinamento que se realizaria na cidade de Monte Alto nos dias 13 e 14 de Março de 1992. Na época, a Paróquia foi representada por cinco pessoas, sendo: Irmã Gregória, Cida Vitorino, Dona Zezé, Sebastiana e Sueli. Esse Treinamento aconteceu no Salão Paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus, tendo como capacitadores um casal de Piracicaba, coordenadores da Pastoral da Criança no Estado de São Paulo. Participaram também algumas cidades da Região. Taquaritinga, Barrinha e Terra Roxa.

          Os Objetivos da Pastoral da Criança, que segundo o Estatuto, a Missão é promover o desenvolvimento integral das crianças, a luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas de Saúde, Nutrição, Educação e Cidadania, fundamentadas na Mística Cristã para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação. É por isso que a Pastoral da Criança atua em todo Brasil e em outros 14 países, desde 1983.

          A inspiração bíblica da Missão da Pastoral da Criança veio de sua fundadora, a doutora Zilda Arns Neumann, morta em um terremoto no Haiti em 2010, que sempre repetia: “Eu vim para que todas crianças tenham vida e vida em abundância”. A presença dos líderes e voluntários nas casas e na vida das famílias mais pobres através das Visitas domiciliares mensais, é a manifestação viva do amor de Deus para com aqueles que mais necessitam da bondade e do amor de Deus. Por isso são a grande força que move a Pastoral da Criança.

          Entusiasmados com esses objetivos da Pastoral da Criança o grupo retornou e logo iniciou um trabalho de visitas em alguns bairros da cidade, a saber: Jardim São Francisco, Jardim são Bento, COHAB I, Vila Jordão, Vila Virginia e Vila Amorim. O que se buscava com tais visitas era reunir pessoas que se contagiassem com o ideal da Pastoral da Criança. Aos poucos foram surgindo Líderes e Coordenadoras de Comunidades que, num trabalho sistemático com a Coordenação Paroquial, deram corpo a Pastoral da Criança.

          No dia 31/05/1992, aconteceu a primeira capacitação de líderes e coordenadores de comunidades. A Capacitação foi realizada no Salão Paroquial da Paróquia São Mateus, tendo como Coordenadores a Senhora Zenaide, coordenadora diocesana e seu filho, contou com a participação de 40 pessoas. A partir desses passos, foi possível a realização da primeira pesagem de crianças, a qual se deu no Jardim São Bento no dia 30/06/1992, tendo como coordenadora a senhora Zenilda. Com a pesagem foi possível, num primeiro momento, constatar a existência ou não de desnutrição na criança. O resultado positivo dessa primeira pesagem abriu campo para uma série de realizações, ou seja, 11 grupos foram formados, que contou com 32 líderes e 11 coordenadoras, atendendo mensalmente 400 crianças, provenientes de 280 famílias.

          Em 1993 a Irmã Amábile, irmã do Padre Carlos veio ensinar um método natural de remédios caseiros, do qual germinou a Pastoral da Saúde. Com a divisão das Paróquias a Pastoral da Criança conta como coordenadoras Paroquiais: A Senhora Maria Cristina dos Santos Lima da Paroquia São Mateus e a senhora Maria Regina de Oliveira Freitas Menezes da Paróquia Nossa senhora dos Migrantes, e a Coordenadora diocesana, senhora Penha Ap. G. Martins Barbosa.

          Hoje a Pastoral da Criança continua com esses mesmos objetivos. E temos consciência de que a Pastoral da Criança de nossa cidade traz em seu rosto a mesma promessa de vida de nossas crianças. “Para que todos tenham Vida e Vida em abundância”. João 10,10.

 

“Como os pássaros que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de seus predadores das ameaças e dos perigos e mais perto de deus, devemos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protege - los.” Parágrafo final da última palestra da Dra. Zilda Arns Neumann. Haiti, 2010

 

Coordenação Paroquial da Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

Uma História de Amor que dura 30 anos.

 

 

          Tudo começou através de um convite da Coordenadora Diocesana da Pastoral da Criança a Senhora Zenaide, da cidade de Monte Alto a Irmã Gregória, da Congregação Scalabriniana (Carlistas), para um treinamento que se realizaria na cidade de Monte Alto nos dias 13 e 14 de Março de 1992. Na época, a Paróquia foi representada por cinco pessoas, sendo: Irmã Gregória, Cida Vitorino, Dona Zezé, Sebastiana e Sueli. Esse Treinamento aconteceu no Salão Paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus, tendo como capacitadores um casal de Piracicaba, coordenadores da Pastoral da Criança no Estado de São Paulo. Participaram também algumas cidades da Região. Taquaritinga, Barrinha e Terra Roxa.

          Os Objetivos da Pastoral da Criança, que segundo o Estatuto, a Missão é promover o desenvolvimento integral das crianças, a luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas de Saúde, Nutrição, Educação e Cidadania, fundamentadas na Mística Cristã para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação. É por isso que a Pastoral da Criança atua em todo Brasil e em outros 14 países, desde 1983.

          A inspiração bíblica da Missão da Pastoral da Criança veio de sua fundadora, a doutora Zilda Arns Neumann, morta em um terremoto no Haiti em 2010, que sempre repetia: “Eu vim para que todas crianças tenham vida e vida em abundância”. A presença dos líderes e voluntários nas casas e na vida das famílias mais pobres através das Visitas domiciliares mensais, é a manifestação viva do amor de Deus para com aqueles que mais necessitam da bondade e do amor de Deus. Por isso são a grande força que move a Pastoral da Criança.

          Entusiasmados com esses objetivos da Pastoral da Criança o grupo retornou e logo iniciou um trabalho de visitas em alguns bairros da cidade, a saber: Jardim São Francisco, Jardim são Bento, COHAB I, Vila Jordão, Vila Virginia e Vila Amorim. O que se buscava com tais visitas era reunir pessoas que se contagiassem com o ideal da Pastoral da Criança. Aos poucos foram surgindo Líderes e Coordenadoras de Comunidades que, num trabalho sistemático com a Coordenação Paroquial, deram corpo a Pastoral da Criança.

          No dia 31/05/1992, aconteceu a primeira capacitação de líderes e coordenadores de comunidades. A Capacitação foi realizada no Salão Paroquial da Paróquia São Mateus, tendo como Coordenadores a Senhora Zenaide, coordenadora diocesana e seu filho, contou com a participação de 40 pessoas. A partir desses passos, foi possível a realização da primeira pesagem de crianças, a qual se deu no Jardim São Bento no dia 30/06/1992, tendo como coordenadora a senhora Zenilda. Com a pesagem foi possível, num primeiro momento, constatar a existência ou não de desnutrição na criança. O resultado positivo dessa primeira pesagem abriu campo para uma série de realizações, ou seja, 11 grupos foram formados, que contou com 32 líderes e 11 coordenadoras, atendendo mensalmente 400 crianças, provenientes de 280 famílias.

          Em 1993 a Irmã Amábile, irmã do Padre Carlos veio ensinar um método natural de remédios caseiros, do qual germinou a Pastoral da Saúde. Com a divisão das Paróquias a Pastoral da Criança conta como coordenadoras Paroquiais: A Senhora Maria Cristina dos Santos Lima da Paroquia São Mateus e a senhora Maria Regina de Oliveira Freitas Menezes da Paróquia Nossa senhora dos Migrantes, e a Coordenadora diocesana, senhora Penha Ap. G. Martins Barbosa.

          Hoje a Pastoral da Criança continua com esses mesmos objetivos. E temos consciência de que a Pastoral da Criança de nossa cidade traz em seu rosto a mesma promessa de vida de nossas crianças. “Para que todos tenham Vida e Vida em abundância”. João 10,10.

 

“Como os pássaros que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de seus predadores das ameaças e dos perigos e mais perto de deus, devemos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protege - los.” Parágrafo final da última palestra da Dra. Zilda Arns Neumann. Haiti, 2010

 

Coordenação Paroquial da Pastoral da Criança - Paróquia São Mateus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

" />

 

 

 

 

 

 

 

" />

 

 

 

 

 

 

 

 

/>

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar postagem nas redes sociais: