PAPA FRANCISCO DOA RESPIRADORES E MEDICAMENTOS

PAPA FRANCISCO DOA RESPIRADORES E MEDICAMENTOS

PAPA FRANCISCO DOA RESPIRADORES E MEDICAMENTOS

  • 19 de Julho de 2021
  • Publicado, 15:41:56

PAPA FRANCISCO DOA RESPIRADORES E MEDICAMENTOS

PARA A DIOCESE DE CAROLINA, NO MARANHÃO

 

          O Papa Francisco doou, nas última semana, 6 respiradores artificiais à diocese de Carolina, no Maranhão, para auxiliar no combate ao coronavírus. Segundo o bispo diocesano, dom Francisco Lima Soares, os aparelhos foram destinados aos municípios de Montes Altos (2), Estreito (2) e Carolina (2), os mais necessitados.

          Em Montes Altos, os aparelhos forem entregues à direção da Casa Alívio do Sofrimento, hospital que é da diocese de Carolina. “Esse hospital tem recursos precários para atender, principalmente nestes tempos de pandemia”, disse dom Francisco.

          Em estreito, por ser o município mais populoso da diocese, dom Francisco disse que a demanda é grande e não havia respiradores no local. “Isso foi de grande importância para que pudessem essas pessoas, tanto nas ambulâncias, como nos hospitais receberem esses equipamentos”, explicou o bispo.

          Também a sede da diocese, Carolina, recebeu dois respiradores. “Lá também existia a ineficiência e a inexistência desses aparelhos, por isso nós canalizamos para lá”, complementou dom Francisco.

“Todos ficaram muito felizes por terem recebido esses equipamentos, que são de fácil manejo, e também os médicos ficaram contentes pois sabem o quanto é difícil transportar os pacientes para outros municípios, por isso recebemos com grande alegria e agradecemos ao Papa, a Nunciatura e a CNBB que fizeram com que recebêssemos essas doações”, disse dom Francisco.

Ouça o áudio dele na íntegra:

https://www.cnbb.org.br/wp-content/uploads/2021/07/Dom-Francisco.mp3

 

          Segundo a Esmolaria Apostólica, órgão do Vaticano responsável por doações e caridade, através do ato o Papa “expressa sua proximidade com os países afetados pela pandemia de Covid-19, especialmente aqueles com sistemas de saúde em maiores dificuldades”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar postagem nas redes sociais: