LANÇADO O VÍDEO DA SEGUNDA FASE DA AÇÃO SOLIDÁRIA

LANÇADO O VÍDEO DA SEGUNDA FASE DA AÇÃO SOLIDÁRIA

LANÇADO O VÍDEO DA SEGUNDA FASE DA AÇÃO SOLIDÁRIA

  • 13 de Maio de 2021
  • Publicado, 12:18:51

LANÇADO O VÍDEO DA SEGUNDA FASE DA

AÇÃO SOLIDÁRIA EMERGENCIAL “É TEMPO DE CUIDAR”

 

A Ação Solidária Emergencial “É Tempo de Cuidar”– uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Cáritas Brasileira – entrou em sua segunda fase ganhando um novo impulso. “Um trabalho bonito, necessário, desenvolvido com o empenho de evangelizadores de muitas dioceses – de norte a sul e leste a oeste – de todo o Brasil”, afirma o presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

O início desta segunda fase da Ação Solidária Emergencial se deu no Domingo da Misericórdia, 11 de abril, quando todas as comunidades e paróquias católicas do Brasil foram convidadas a repicar os sinos salientando a importância da manifestação de sinais de esperança, fé e solidariedade diante das mortes pela Covid-19.

E é neste contexto, o de conclamar mais uma vez, todas as comunidades de fé a se unirem em um grande mutirão de ajuda aos que mais necessitam, é que a Ação Solidária Emergencial lançou nesta sexta-feira, 7 de maio, o vídeo oficial de sua segunda fase.

No vídeo representantes de várias instituições como a própria CNBB, a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), o Movimento de Educação de Base (MEB) e a Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC) estimulam a todos a participarem da iniciativa.

Confira, abaixo, o vídeo:

https://youtu.be/0lQjOgU4oF4


A Ação Emergencial

Ação Solidária Emergencial “É tempo de Cuidar” foi lançada no dia 12 de abril do ano passado, Domingo de Páscoa, com a intenção ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar, e entrou em sua segunda fase no Domingo da Misericórdia, dia 11 de abril, a partir da homenagem proposta pela CNBB em solidariedade às vítimas da COVID-19 que estimulou o repicar conjunto dos sinos das paróquias de todo o Brasil.

Com um alcance de mais de 1,1 milhão de pessoas beneficiadas, foram arrecadados em recursos financeiros mais de R$ 4,5 milhões e distribuídos cerca de 5,9 milhões de quilos de alimentos. O balanço aponta ainda que as populações em situação de vulnerabilidade receberam 713 mil refeições prontas, 675 mil peças de roupas e calçados, além de 405 mil kits de higiene pessoal e 409 mil equipamentos de proteção individual.

“É tempo de cuidar” continua com seu propósito de ajudar a combater a fome no Brasil. Para tanto, está desenvolvendo ações de mobilização, as quais pretendem atingir não somente as entidades da Igreja, mas também as organizações dos mais diversos segmentos da sociedade civil, por meio do estabelecimento de parcerias e desenvolvimento de projetos conjuntos.

Balanço da primeira fase

Durante a programação da 58ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil (AG CNBB), na celebração de abertura, dia 12 de abril, será lançada esta segunda fase. Na apresentação do relatório do presidente, a ser apresentado aos bispos no primeiro dia da Assembleia, será feito um balanço com os resultados da primeira fase. Na tarde do dia 14 de abril, às 14h45, será apresentado um balanço geral e a segunda fase da campanha ao episcopado brasileiro.

A Cáritas Brasileira, organização que sistematiza e monitora os dados da campanha, no balanço de 23 de março,  aponta 823 ações registradas em 140 arquidioceses e dioceses brasileiras, com a marca de 5,868.961 mil kilos de alimentos. Em recursos financeiros, a campanha atingiu R$ 4,523.832,00.

Em sua primeira fase, a campanha produziu e distribuiu para as populações mais vulneráveis cerca de 717 mil alimentos (quentinhas), arrecadou e distribuiu 727.832 mil unidades de roupas e calçados, 411.580 mil kits de higiene e 414.114 mil equipamentos de proteção individual. Mais de 1,1 milhão de pessoas foram beneficiadas. O mapa com os dados pode ser acessado aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar postagem nas redes sociais: